Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Noskill’

A Última Cidade Livre

Sexta Feira dia 14 ocorre mais um evento organizado pelo coletivo, juntamente com alguns parceiros. Sim, depois de um longo tempo nós estamos voltando.

Read Full Post »

Esse ‘5 sons na minha cabeça’ é duplo. Dessa vez conta com as dicas do Fábio Mozine e Aline Myrtes. O Mozine dispensa apresentações, né? Figura carimbadíssima do Hardcore nacional, integrante de bandas como Mukeka di Rato, Os Pedrero e Merda, além de dono da gravadora Laja Records.

E a Aline é guitarrista da Noskill, banda também bastante conhecida por todos nós.

Então, deixando as apresentações de lado, vamos ao que interessa, as dicas de som.

Mozine:

Adelino Nascimento Volume 1

Sempre ouço e sempre ouvirei esse disco de cabo a Rabo.  Significa o mesmo que o primeiro do Ramones significa pra mim.

Teengenerate – Savage

Mixagem porca mas eu gosto!

Os Pedrero – Pin up Gordinha – ep

Soh estou escutando esse disco porque eu mixei e estou conferindo, gostei, bem sujo mas com tudo audível.

[PS: Não encontramos na rede essa música ou EP pra download]

Nofx – ribbed

Achei esse cd aqui apodrecendo e comecei a escutar tb, mixagem linda, soh clássico.

The Blue Hearts – Linda Linda

Fui mostrar a música Linda Linda pra minha namorada e redescobri como esse bagulho é maravilhosamente bom, é o The Clash do Japão.

Aline Myrtes

Bem, ultimamente eu tô ouvindo músicas bem aleatoriamente, são poucos os álbuns que estou absorvendo por completo… Vou falar dos cinco álbuns que tenho escutado com frequência e que me chamaram muita atenção nos detalhes, nos instrumentais e naquelas sacadas que quando a gente escuta fica pensando como alguém pode pensar em criar uma parada tão agradável de se ouvir! Ressaltando que na minha lista tem um pouco de tudo e pra todos os gostos!

OS REIS DA COCADA PRETA – 2010

Os Reis da Cocada Preta é uma banda paraibana, da minha terra (João Pessoa) e que está na ativa desde 2006, eu já tinha curtido muito o primeiro trabalho da banda que carregava umas letras interessantes e um estilo próprio de riffs através da pegada deles, que é uma pegada bem alternativa. Recentemente lançaram seu mais novo EP, que tá bem diversificado, tem letras que abordam críticas sociais e também que falam de sentimentos, tem músicas intimistas e outras com gás de sobra… destaque para as músicas “Pessimismo”, “Memorável Encontro” e “Esse é o meu País”. Segue o link pra quem quiser dar uma sacada!

TAKE OFF THE HALTER – We Took Off (2009)

Sou suspeita pra falar dessa banda, juro que desde a primeira vez que ouvi o álbum “We Took Off” viciei completamente. Esse é o tipo de cd que você te estimula pra querer correr em um belo dia às 9 horas da manhã diretamente em contato com o sol! Tem uma característica que eu gosto muito, um hardcore e uma pegada punk marcada com quedas pesadas na melodia, um vocal bom de se ouvir, bateria trabalhando com a guitarra… É uma banda que surgiu recentemente, os meninos são muito jovens, estão a pouco tempo na caminhada e já abriram vários shows pra bandas consagradas como NOFX e No Fun At All. Destaque para “The Parable of Paul Tadpole”, “Gas Chamber” e “We Took Off”.

NEVILTON – Pressuposto (2009)

Nevilton é um trio Paranaense que vi e ouvi pela primeira vez no Grito Rock desse ano, aqui mesmo em João Pessoa. É um som que não dá pra identificar na primeira vez que se ouve, foi assim comigo, um certo dia parei pra ouvir o cd de verdade e percebi coisas que não havia absorvido na primeira impressão, tinha curtido muito a presença de palco deles, que realmente é instigante!  Bem, o me chamou atenção de fato foram as pegadas de guitarra desse cd, cada música um mundo, pura criatividade! O EP “Pressuposto” é o mais novo trabalho deles, é um estilo de som bem diferente, ou seja, ame-o ou deixe-o. Destaque para: “O Morno”, “Vitorioso Adormecido” e “Pressuposto”.

THE STROKES – Is This It (2000)

Agora se trata de um clássico, pelo menos pra quem gosta de um rock de garagem, bem feito e e enérgico!  Acho que esse é um cd pra relaxar, ficar de boa, empolgar pra viver o dia, os riffs de guitarra simples é que dão uma sensação interessante, este cd foi eleito o melhor da década de 2000. O primeiro disco de uma banda geralmente sempre parece soar melhor, menos pretencioso e talvez por isso fique tão bom, isso acontece com várias bandas, é o caso do Strokes. Desconsiderando a música “Last Nite” que não curto muito porque é enjoada, o resto do cd eu adoro, todas as músicas tem a essência simples da banda. Vale a pena!

CPM 22 – Cidade Cinza (2007)

Sem pré-julgamentos!!! hahaha Me surpreendi com esse cd, desde que a banda pegou essa “vertente rádio” eu não a acompanhava mais. Porém, tinha esse cd engavetado no PC, peguei um dia pra ouvir e descobri que eles merecem minha consideração, mesmo contendo 80% de letras baseadas nos sentimentos! Existem duas músicas muito interessantes, destaque para as letras e vocal de duas músicas, são elas: “Tempestade de Facas” que tem uma pegada pesada/meio grunge e “Maldita Herança” que tem a pegada punk da banda um pouco mais agressiva.  Eles tão pra lançar cd novo esse ano, uma galera considerada tá ajudando a produção, exemplo é Phil do Dead Fish e Farofa do Garage Fuzz que vai criar a arte do cd! Tô esperando o resultado!

Finalizando…

Esses são os discos que tenho ouvido ultimamente e espero que vocês curtam pelo menos um destes! Abraço pra todo mundo e pra Gustavo pelo convite!

Foi um prazer!

Read Full Post »